Corvo


(Carrion crow | Fraude | Corvo encapuçado | Jackdaw | Corvo | Swindle) Um corvo em um sonho significa adultério, estreiteza mental ou dissimular suas ações ou más intenções. Em um sonho, um corvo também representa uma pessoa mesquinha, orgulhoso, ostensiva e uma discussão. Caça corvos em um sonho significa ganhar dinheiro ilegal através de acções enganosas e corrupção. Vendo um corvo em um sonho significa também um mau presságio e principalmente se visto nos campos. Vendo um corvo que está em cima do telhado de sua casa em um sonho significa que a esposa está tendo um caso secreto com um de seus amigos. Se um corvo fala com alguém em seu sonho, isso significa que ele irá gerar um filho que vai crescer para ser uma pessoa corrupta. Se alguém vê um corvo falando com ele em um sonho, isso poderia significar que sofre de depressão, em seguida, se sentindo melhor depois disso. Um corvo em um sonho também pode significar a migração, ou separação entre amados. Comer a carne de um corvo em um sonho significa receber dinheiro de ladrões. Vendo um pé de corvo antes do tribunal em um sonho significa delito e pagando o preço por sua crime, ou pode significar matar o irmão, em seguida, lamentando-lo. Se alguém vê um corvo escavar a terra em um sonho, então torna-se uma indicação mais forte de tal crime. Se um corvo coça o rosto de alguém em um sonho, significa morrer de uma doença ou congelar até a morte de ser perdido em uma floresta durante o inverno. Receber um corvo como um presente em um sonho significa felicidade. Um corvo encapuçado em um sonho representa longevidade, uma pessoa rica, as pessoas idosas ou poderia representar espanto sobre algo quando despertou. Um corvo em um sonho também é o mensageiro do inverno, tempo frio e adversidades. Vendo um corvo descendo sobre uma casa nobre significa que uma pessoa corrupta vai se casar com uma mulher nobre daquela casa. Vendo um corvo malhado em um sonho significa uma aflição que irá acontecer um filho. Possuir um corvo como animal malhado em um sonho significa ter um mau filho. Abate tal corvo em um sonho significa receber notícias de um lugar distante. Nesse sentido, se um corvo malhado fala com alguém em um sonho, isso significa gerando um filho que crescer para ser um desprezível e uma pessoa corrupta. Vendo um bando de corvos dentro da casa de um em um sonho significa ganhar a riqueza e honra até o final de sua vida. Ele também poderia representar pessoas que falam mal dos outros ou caluniar-los. Um corvo em um sonho representa também um lutador vicioso que luta apenas para si mesmo e que está interessada em adquirir o que ele quer, ou poderia representar um coveiro ou más notícias, um mau presságio, a má gestão da própria vida ou de negócios, uma longa viagem , problemas, adversidades ou chamar uma maldição sobre alguém, adultério ou poderia representar alguém que se mistura bem com más qualidades. Vendo uma gralha em um sonho significa uma colheita ruim. Combate um corvo em um sonho significa lutar contra alguém de tal personagem. Segurando um corvo em uma mão em um sonho significa auto-engano e orgulho. Um corvo no interior da loja de um em um sonho significa uma pessoa corrupta naquela empresa. Caça corvos em um sonho significa ganhos provenientes de fontes ilegais. Vendo um corvo de pé sobre uma sepultura em um sonho significa que um vai morrer naquele lugar, ou que um vai descobrir algo sobre o qual ele não tinha conhecimento. (Veja também corvo do bebê | Carrion crow | Raven)

Você sonhou com alguma coisa e gostaria de interpretá-la? Compartilhe o seu sonho

O seu email não será publicado.

*

2 sonhos - “Corvo

  1. No sonho estava um quadro da minha tia o quadro tinha três pássaros e na frente uns nomes iapvi…… Tviete…….. Caiicpev Caya
    E emcima de cada nome um pedaço de linha vermelha pregada com uma agulha
    O sonho parecia ser algo ruim o quadro tinha algo ruim

  2. Este sonho é da minha prima…
    No sonho aparecia umas 5 cincos crianças
    Com chapéus.
    Os chapéus era do coisa ruim.
    q tomava essas criancas.
    Elas bateram no portão aqui d casa e começaram a falar coisa com coisa.
    Na hora q eu olhava pra elas o chapéu saia e mostrava o rostinho delas.
    .
    No menino eu consegui tirar o chapeu mais o coisa ruim ainda tava nele.
    Eu sai d perto.
    Ai eles foram saindo de frente casa e foi pro lado onde tinha uma velhinha de cabelo cinza e cacheado e solto com roupas vermelha escura so que desbotada.
    Essa velhinha tirou os chapéus da cabeças delas.
    As crianças ficaram normal.
    Filhas da minha tia Carol e Jessica veio pro meu lado correndo eu coloquei elas pra dentro.
    E fui chutar a caixa d sapato q estava com os chapéus.
    Mais não consegui.
    Ai a velhinha veio pro nosso lado.
    Eu Fechei o portão.
    Chamei mamãe minha irmã e as meninas pra vim orar.
    Falei coloquem os veus .
    Com os véus ela não vai consegui coloca o chapeu em vocês.
    Mamãe entrou no quarto.
    E fechou a porta nos prostamos d joelho Jessica do meu lado e Carol do lado d minha irmã.
    Quando eu comecei a orar.
    Vi o barulho da janela.
    Jessica tava abrindo a janela.
    Eu levantei e com medo da oração e falei Jessica coloca esse véu e vai orar.
    Carol tava orando e permaneceu orando.
    Coloquei Jessica perto d mamãe
    E fui fecha a janela.
    Da janela dava pra ver a velhinha.
    Eu Fechei bem fechada e fui termina d fecha a outra.
    Quando eu Fechei a outra..
    A velhinha apareceu.
    Tentando entrar.
    Eu não conseguia fecha a janela a velhinha tinha força .
    Eu estava com o véu na cabeça.
    Coloquei as mãos na cabeça da velhinha e falava.
    Espirito ruim sai desse corpo que não te pertence.
    E eu gritava.
    EM NOME DO PAI
    DO FILHO
    E DO ESPIRITO SANTO.
    Esse espirito saiu.
    E o espirito era como redemoinho pequeno e ficou no quintal mamae saiu pra ver.
    Nisso aparecia Carlos
    E minha irmã segurava as meninas la dentro.
    Quando mamãe saiu o espírito pegou ela.
    Eu fiz a mesma coisa .
    E saiu dela.
    Quando saiu d mamãe pegou Carlos.
    Em Carlos foi mais difícil.
    Eu falei ta muito forte.
    Segurem nas mãos.
    E seguramos na mão de Carlos e espulsamos ele de uma vez.
    Para q não repousase em mais ninguem.
    Mais nas maos de minha irmã e nas minhas tinha uns brinquedos.
    Era um corvo.
    E outros passaros.
    No total tres passaros d brinquedo..
    Não sei o q quis dizer .
    Mais vencemos.
    Fiquei com medo
    E quando acordei fui logo orando